SEGUIDORES

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Em bom português: genuíno ou genuino?


A resposta é… genuíno!

A explicação para este acento agudo está no texto do Novo Acordo, mas já vem de 1943 (Brasil) e 1945 (Portugal).
A Base X sobre a acentuação das vogais tónicas i e u das palavras oxítonas (agudas) e paroxítonas (graves) determina que há acento quando o u e i tónicos são antecedidos de vogal com que não formem ditongo e seguidos de consoante com que não constituam sílaba.
Analisemos a palavra: ge-nu-í-no.*
a) O u está integrado numa sílaba diferente e não forma ditongo com o i tónico: nu-í;
b) O i tónico não constitui sílaba com a consoante que vem a seguir: í-no.

Abraço.
AP

*Se fosse uma translineação, a divisão das sílabas seria diferente.

4 comentários:

  1. Olá António,

    Estava a pensar na translineação.
    A regra conheci-a, mas não tão pormenorizadamente.

    Abraço da Luz.

    ResponderExcluir
  2. Abraço e obrigado pela visita!
    AP

    ResponderExcluir