SEGUIDORES

quarta-feira, 11 de julho de 2012

.catorze ou quatorze?

Fonte da imagem: AQUI.
 
A. À pergunta de um consulente português sobre o uso de catorze e quatorze, foi dada há três dias, no Ciberdúvidas, a resposta que passo a transcrever.
O Vocabulário Ortográfico do Português, do ILTEC, regista a forma catorze, assinalando a variante quatorze (Brasil).
Por sua vez, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Porto Editora, atesta as duas formas: catorze e quatorze, sem qualquer indicação de que se trataria de variantes do português europeu e/ou do Brasil.
Por seu lado, o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, contempla, também, as duas formas: catorze e quatorze.
Portanto, como não há qualquer indicação contrária no Acordo Ortográfico de 1990, as duas grafias estão corretas. No entanto, em Portugal prefere-se tradicionalmente catorze, e no Brasil o uso favorece a mesma grafia, conforme comenta Maria Helena de Moura Neves, no Guia de Uso do Português (São Paulo, Editora Unesp, 2003): «[Catorze e quatorze] [s]ão formas variantes, e quatorze é bem menos usual [...].» (Eunice Marta :: 17/12/2012)
B. No mesmo Ciberdúvidas, encontramos esta resposta de Peixoto da Fonseca, em 2004:
Quatorze é a forma predominante no Brasil, por influência de quatro, tanto na escrita como na pronúncia. Em Portugal só existe catorze, que representa a evolução do latim quattuordecim, sem o retrocesso operado no Brasil (...). (F. V. Peixoto da Fonseca :: 16/07/2004)
C. Consultando o Dicionário de Língua Portuguesa, de Cândido de Figueiredo, edição de 1913, podemos ler: “*Catorze*, adj. O mesmo ou melhor que quatorze.
D. Para o Brasil, apesar da posição de Maria Helena Moura Neves, referida em A., a generalidade das fontes que consultei considera ambas as formas corretas, pondo-as no mesmo patamar.

Faço ao exposto, reformulei a mensagem publicada em julho passado (em que adotava um ponto de vista próximo do que está expresso na resposta de Peixoto da Fonseca), apresentando agora uma perspetiva menos restritiva.

CONCLUSÕES:
Portugal (norma luso-afro-asiática)
 catorze é a forma mais comum, correspondendo à evolução a partir do latim. Considerando o que diz o Portal da Língua Portuguesa, não é aconselhável o recurso à forma quatorze.
Brasil (norma brasileira) 
catorze e quatorze estão ao mesmo nível, podendo o falante escolher a forma que quiser usar.

Nota: Optando por quatorze, o u deve ser pronunciado: “kuatorze”.



Abraço!
AP

8 comentários:

  1. tocou uma música aqui uma vez... eram vozes de homem, achei tão linda... tinha uma levada bonita... Queria saber o nome e qual o nome da banda/cantor. Pode me dizer por favor?
    meu e-mail é mayara.figvh@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fiz uma busca no Google: "catorze" retornou um milhão de resultados. "Quatorze" retornou sete milhões. Isto mostra que no Brasil, embora as duas formas sejam igualmente consideradas corretas, "quatorze" é muito mais usada, em acordo com Peixoto da Fonseca.
    Quanto à mim, concordo com a força da pronúncia. Apesar de ser brasileiro, pronuncio "catorze", e portanto é esta a forma que devo usar na escrita.
    José Osório, de São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. [...] Conquanto, no que concerne à pronúncia de muitos brasileiros, creio haver grave erro ao lerem "quatorze" como "catorze".

      Excluir
  3. Ótima pesquisa.. Um bom tema para se discutir em uma sala de aula...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em verdade, um tema a ser discutido também no quotidiano, pois lembremos: falamos e escrevemos enquanto vivemos.

      Excluir
  4. Ótimo trabalho, pois é prazeroso navegar em seu blog, a cada link mais conhecimento e uma nova descoberta.

    Wagner Ferreira, Belém-Pará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Wagner!
      O prazer de partilhar é todo meu...
      António

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...