SEGUIDORES

terça-feira, 17 de julho de 2012

.on-line, online ou on line?

Para esta pergunta, encontramos no Ciberdúvidas a seguinte resposta (datada de 19-05-1998):
[Resposta] Em português, a expressão correcta é em linha. Todas as outras são estrangeirismos, tenham ou deixem de ter hífen. A. Caffé


Trata-se de uma perspetiva purista (desfasada da realidade que o uso moldou) que não responde à questão. Vamos aos factos, antecendendo as conclusões.
1. A dúvida entre on-line e online é comum entre os falantes de língua inglesa. Encontramos ambas as versões em dicionários ingleses, embora nem sempre simultaneamente. Não encontrei on line.
2. Nos dicionários portugueses, encontrei como estrangeirismos: on-line no dicionário da Academia das Ciências e on-line/online na Porto Editora e no Portal da Língua Portuguesa.


CONCLUSÕES:
A. Na norma luso-africana, para além da tradução em linha, podemos usar on-line e online (sempre com aspas ou em itálico, pois são estrangeirismos).
B. A Academia Brasileira das Letras regista no VOLP, como estrangeirismo, o termo on-line. Encontrei online no dicionário Michaelis e on-line no Aulete.
Uma leitora do blogue deixou esta mensagem na caixa de comentários:
"Aqui no Brasil não temos costume de usar a forma "em linha". Normalmente utilizamos on-line ou online." Obrigado, Regina!
Abraço.
AP

10 comentários:

  1. Olá a todos!
    Aqui no Brasil não temos costume de usar a forma "em linha". Normalmente utilizamos on-line ou online.

    Abç,

    ResponderExcluir
  2. Eu sou até mais radical nessa análise. Nunca ouvi dizer aqui no Brasil "em linha", NUNCA, em 20 anos de existência e três como publicitário. Sou também ex graduando em Letras e por lá esse termo nunca surgiu. Sempre vi o online, nessa grafia sem hífen. Mesmo aqui, onde fui professor de Inglês por muitos anos e também lá no Canadá onde morei por um certo tempo, também só vi o termo online, sem hífen.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Diogo:
      Não entendi bem o objetivo do seu comentário. Refiro fontes diversificadas portuguesas e brasileiras. Não concordando, deverá contrapor outras que considere fidedignas. A sua experiência é importante, mas muito relativa, pois não faz a norma.
      Quanto à língua inglesa, quando diz "também lá no Canadá onde morei por um certo tempo, também só vi o termo online, sem hífen.", mais uma vez, confina-se à sua experiência, sem dúvida importante, mas não determinante.
      Entrei num dos muitos dicionários online e lá estava: "online or on-line". Fonte: http://www.collinsdictionary.com
      Cumprimentos.
      AP

      Excluir
  3. O novo Volp (5ª edição) registra "on-line" na lista de palavras estrangeiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, Elineth!
      Já corrigi a postagem.
      Obrigado pelo comentário oportuno.

      Excluir
  4. Interessante que se a gente traduzir para "em linha", remete a algo que ainda está em fabricação, linha de produção. Por aqui usamos o termo "fora de linha" (que não se fabrica, não se produz mais), mas nunca usamos "em linha". Nos estúdios de rádio tem a placa luminosa que indica "on-line" ou "no ar". Na internet temos o João está "on-line (ou online)" no aplicativo. E remete a conexão. "Em linha" realmente acho que não pega, não tem como essa tradução funcionar. Eu iria ficar sem entender o sentido de "em linha" em qualquer que seja o contexto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como está claro no artigo, "em linha" é para o Portugal e PALOP e não para o Brasil.
      Cumprimentos.

      Excluir
  5. Qual artigo? Sugiro que estude metodologia do trabalho científico para conhecer a diferença entre texto e artigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mais pura arte de "chercher le poil dans l'oeuf"...
      "Artigo é um texto, pequeno ou grande, geralmente publicado em jornais ou revistas, mas de sentido completo, que trata de qualquer assunto. Também se denominam assim as entradas dos dicionários e enciclopédias." (Ciberdúvidas)
      Será sempre bem-vindo(a), de preferência guardando só para si a agressividade e os azedumes.

      Excluir