SEGUIDORES

quinta-feira, 19 de julho de 2012

.câmera ou câmara?

Mais um caso complicado!
1. O Grande Dicionário da Porto Editora e o Dicionário Verbo registam apenas câmara.
2. O Dicionário da Língua Portuguesa da Academia das Ciências regista ambas as palavras. Apresenta câmera  como um brasileirismo, significando máquina de fotografar ou filmar, aparelho de captação de imagens televisivas e a parte opaca que constitui o corpo da máquina fotográfica.
3. Tanto no Portal da Língua Portuguesa como na Academia Brasileira das Letras encontramos as duas formas sem qualquer observação.
4. O dicionário online da Priberam, ao contrário do da Porto Editora, que só contém câmara, dá-nos câmera como sinónimo de câmara.
5. O FLIP, na sua rubrica “Dúvidas Linguísticas”, para além de referir a coexistência de dois étimos no latim (camera e camara ), diz:
No português, mantiveram-se os dois radicais, sendo que, segundo o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, a grafia câmera é um brasileirismo, utilizada apenas num conjunto restrito de sentidos, sendo câmara a grafia do português europeu. Esta informação não é corroborada pelo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, que remete a grafia câmera para câmara, sem indicar que se trata de brasileirismo, referindo no entanto que a forma com -e- é de uso corrente, especialmente nas acepções de "dispositivo ou aparelho óptico". É de referir ainda que, apesar de a forma câmara ser estatisticamente mais usual em Portugal, encontram-se na oralidade muitas ocorrências de câmera. Além disso, há derivados de câmera, como bicameral, por exemplo, que não têm o equivalente com -a-.
CONCLUSÕES:
1. Parecem-me aceitáveis as duas grafias, tendo câmera uma utilização mais restrita: apenas quando nos referimos ao aparelho de filmar/fotografar. Nunca, por exemplo, para nos referirmos à Câmara Municipal ou à câmara de gás.
2. No Brasil, o termo câmera parece ser mais utilizado do que em Portugal, mas também apenas na aceção referida no ponto anterior, como podemos comprovar nesta transcrição do dicionário brasileiro Michaelis:câmera sf (gr kamára, via lat camera) 1 Aparelho iconoscópico destinado a captar imagens e transformá-las em impulsos elétricos a serem transmitidos pelas emissoras de televisão. 2 V câmara. sm Indivíduo que opera com uma câmera. C. digital, Inform: câmera de vídeo que armazena imagens na forma digital. A luz da imagem é convertida em milhares de pixels individuais, que armazenam a intensidade da luz naquele ponto como um número. C. de rastro, Inform: câmera montada em um estande sobre uma base e usada para filmar um trabalho de arte ou para se mover sobre ele (filmando).
Os restantes sentidos estão na entrada câmara (http://michaelis.uol.com.br).
3. No português europeu, podemos dizer e escrever a palavra câmara em todos os contextos. Se é professor/educador, acho que é de aceitar a forma câmera nas situações referidas em 1.

Se vai de férias, não se esqueça da sua câmara/câmera!
AP

2 comentários:

  1. E a música, é Música de Câmara. Já vi muito maestro dizendo Música de Câmera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Márcia:
      Tanto em Portugal como no Brasil, há apenas uma forma certa de escrever/dizer: Música de Câmara.
      Abraço-

      Excluir