SEGUIDORES

terça-feira, 6 de agosto de 2013

.paranóia, paranoia ou tanto faz?

 No cinema encontrei esta "paranóia" acentuada...

Aqui, o Novo Acordo Ortográfico introduziu uma mudança na acentuação (tanto no Brasil como em Portugal).
Escrevíamos “paranóia”, mas a nova regra arrastou o acento para a poeira do esquecimento ou para o pelourinho do descontentamento, consoante os casos:
Não se acentuam graficamente os ditongos representados por ei e oi da sílaba tónica das palavras paroxítonas (…): assembleia, boleia, ideia  (…), Azoia, boia (…), estroina, heroico, introito, jiboia, moina, paranoico, zoina. (Base IX, nº 3).
Em Portugal, o ditongo ei já não era acentuado, pelo que esta é uma das raras situações em que o Brasil é o mais afetado.

CONCLUSÃO:
PORTUGAL e BRASIL
Escrevíamos paranóia mas passamos a escrever paranoia.
Notas:
  1. A vantagem desta alteração é que passámos a ter uma regra sem exceções, enquanto a que a determinava a acentuação do ditongo oi admitia casos especiais como comboio, boina e dezoito).
  2. O acento só é retirado dos ditongos ei e oi nas palavras paroxítonas (graves). Nas palavras oxítonas (agudas), estes ditongos, quando abertos, mantêm o acento agudo: dói, destróis, véu, papéis.
Com ou sem acento, o meu abraço é sempre garantido para todos!
António Pereira



5 comentários:

  1. António.
    Com ou sem paranoia, vira e mexe encontro-me pesquisando como se escreve!
    Acho que está mais para o pelourinho do descontentamento.
    Gosto das suas publicações.
    Abraços Rita

    ResponderExcluir
  2. Preciso visitar mais o teu blog para me atualizar, adoro a língua portuguesa, mas as vezes é difícil gravar todas estas mudanças, mas não vamos desistir, uma hora vamos ficar feras.

    ResponderExcluir
  3. Olá Boa Noite!
    A palavra ´´Boia´´ está errada.
    Eu acho que você esqueceu de tirar o acento, já que estamos nos deparando com o novo acordo Ortográfico.
    Mais isso é de menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está corrigido o lapso.
      Bom domingo e obrigado pela chamada de atenção.

      Excluir
  4. Amigo nesse caso o correto não seria "mais" mas sim "mas".

    ResponderExcluir