SEGUIDORES

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Plural das siglas: CD, CDs ou CD’s?

Indo direto ao assunto, de acordo com as regras, o plural de CD é... CD.
Sendo a sigla constituída pelas letras iniciais de duas ou mais palavras, soletradas na sua realização oral ("cêdê"), válidas tanto para o singular (um Compact Disc) como para o plural (dois Compact Discs), não se justifica a junção do s para formar o plural.
MAS...
1. É frequente vermos o s no plural em siglas e acrónimos. Não sendo lógico pelo exposto no parágrafo inicial, este procedimento não é condenado pelas regras da nossa ortografia e o texto do Novo Acordo não aborda a questão.
2. Nenhuma das fontes que consultei aceita a introdução de apóstrofo (CD's ou PME's), considerando o seu uso desprovido de qualquer lógica.

Informações complementares:
1. O acrónimo é formado pelas letras iniciais de várias palavras. Lê-se de forma contínua como se de um nome se tratasse: PALOP, VIP, OVNI, INEM. Em relação ao plural, aplica-se-lhe o que foi dito para as siglas.
2. A abreviatura é um conjunto de letras que fazem parte de uma palavra e a representam na escrita: sr. (senhor), adj. (adjetivo), abrev. (abreviatura), etc. (et caetera/et cetera). Em muitas abreviaturas, as flexões em género e em número são incontornáveis: Exmos. Srs., Dr.ª, Prof.ª.
3. No símbolo, resultado de uma convenção, uma ou várias letras representam um conceito: km (quilómetro), ºC (grau Celsius), Au (ouro), V (volt).
Importante: os símbolos não levam ponto (.) nem admitem plural.

CONCLUSÕES sobre as flexões (género/número):
a) nos símbolos não têm sentido;
b) nalgumas abreviaturas, é um procedimento inevitável;
c) sendo admissível nas siglas e acrónimos, a opção mais segura é não o fazer: as PME, os CDROM, os CD...

E AINDA:
Para alguns linguistas, acrescentar o s implica seguir as regras gerais na flexão: CDês, PALOPes, ONGues, etc.

Que o fim de semana seja bom para todos!
ProfAP

6 comentários:

  1. O correto seria "apóstrofo", não "apóstrofe".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão e agradeço o comentário. Está feita a correção.

      Excluir
  2. Olá. Gostaria de saber se aí em Portugal existe regras para se escrever acrônimo com mais de três letras. Aqui no Brasil, a regra geral é que quando o acrônimo tiver mais de três letras, deve-se escrever só a letra inicial em maiúscula, deixando todo resto em minúscula. Ex: Petrobras, Nasa, Funai, Senai, Senac, Unesco etc. Embora nalgumas matérias de jornais é possível ver alguns acrônimos escritos todos em maiúscula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Tiago.
      Em Portugal, existe a mesma regra, mas aplicada apenas a palavras com mais de cinco letras(ex.: Unesco). No entanto, a regra tem exceções como no caso da palavra "sida" ("aids" no Brasil).
      Cumprimentos.

      Excluir