SEGUIDORES

sábado, 23 de junho de 2012

Em bom português: rescrever, reescrever ou re-escrever?

A. Aparentemente, re-escrever derivaria da aplicação das regras do Novo Acordo Ortográfico, Base XVI:
“Nas formações com prefixos (…) só se emprega o hífen nos seguintes casos: (…) b) Nas formações em que o prefixo ou pseudoprefixo termina na mesma vogal com que se inicia o segundo elemento: anti-ibérico, contra-almirante, infra-axilar, supra-auricular; arqui-irmandade, auto-observação (...) .”
MAS:
Na linha da tradição lexicográfica seguida em relação ao prefixo re-, que sempre aglutinou com o elemento seguinte (como  des-, in-, pro-, pre-, trans- ou para-), tanto a Academia Brasileira das Letras como o Portal da Língua Portuguesa não registam este prefixo seguido de hífen. Assim, re- continua a aglutinar em todas as situações: re(e)screver, reeditar, reeleger, reencaminhar, etc.
B. Quanto a rescrever e reescrever, são formas sinónimas. Podemos escolher uma ou outra. Só por curiosidade, acrescento que rescrever está mais próximo do étimo latino: rescribĕre.
CONCLUSÃO: Escreva rescrever ou reescrever, sempre sem hífen!

Bom fim de semana pra todos!
ProfAP

3 comentários:

  1. Muito legal essa explicação...me ajudou bastante!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada! Poupou-me de corrigir o que ... estava certo!

    ResponderExcluir