SEGUIDORES

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

.coacção, coação ou co-acção?


O assunto de hoje surgiu na sequência de uma troca de impressões com um amigo no Facebook. A questão é interessante e concentra muita da polémica gerada à volta do AO90.
Os exemplos apresentados até poderiam representar o paradigma dos objetivos centrais do AO90: simplificar as regras e unificar as normas do português europeu e do português do Brasil...
Digo poderiam, pois há casos que a simplificação e a clareza das regras não foram conseguidas e situações pontuais em que Portugal e Brasil aplicam as novas regras de forma “desunificada”. Veja-se a situação referida mais abaixo em que usamos hífen no prefixo co- antes de h (co-herdeiro) e os brasileiros o aboliram em todos os casos (coerdeiro).

CONCLUSÃO:
Definição
Antes
Portugal
Antes
Brasil
Com o AO90
Port/Brasil
Ação conjunta
[co-+acção]
co-acção
co-ação
 
 
 
coação
 
Ato de coagir, impor algo contra a vontade
[do latim coactiōne-]
 
coacção
 
 
coação
Ação de coar, passar pelo coador
[coa(r)+-ção]
 
coação
Notas:
1. A queda das consoantes c e p não pronunciadas ocorreu no Brasil com o Formulário Ortográfico de 1943, Por razões etimológicas, Portugal optou pela manutenção dessas consoantes na Norma Ortográfica aprovada em 1945.
2. Com a aplicação do AO90, só há hífen a seguir a co- quando o segundo começa por h. Embora com lógica, mas à revelia do texto do Acordo, a Academia Brasileira de Letras decidiu que com co- nunca há hífen, seguindo o procedimento aplicado a palavras como coabitação (grafia anterior ao AO).

Abraço.
AP
Imagem encontrada AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário