SEGUIDORES

segunda-feira, 5 de maio de 2014

SUPER-MÃE ou SUPERMÃE?


Hoje, nas notícias das 13h, na TVI (canal da televisão portuguesa), foi passada uma interessante reportagem intitulada “SUPER-MÃE”. Estava lançado mais um desafio para esta verdadeira maldição da língua portuguesa: a hifenação!
Afinal, como devemos escrever: super-mãe ou supermãe?
Uma viagem ao interior do Formulário de 1943 (Brasil) e do Acordo de 1945 (Portugal) dá-nos informações específicas sobre este prefixo. Lá está, preto no branco, que nos compostos formados com os prefixos hiper, inter e super, só há hífen quando o segundo elemento começa por h ou r.
Assim, fica claro que só há uma grafia correta: supermãe.
Como no AO90 a regra geral de hifenização determina que apenas há hífen quando o segundo começa por h ou letra igual àquela com que termina o prefixo, as supermães de há 70 anos continuam a ser… supermães!

CONCLUSÃO:
1943 (Brasil) e 1945 (Portugal)
AO 90 (Portugal e Brasil)
SUPERMÃE
SUPERMÃE

Abraço para todos, sobretudo para as mães e supermães!
AP

Um comentário:

  1. A TVI deveria-se informar quanto à correcção linguística Portuguesa, antes de escrever na televisão.

    ResponderExcluir