SEGUIDORES

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Em bom português: um ou uma workshop?

Na sequência da mensagem anterior, apresentaram-me esta dúvida.
Embora tenha encontrado num  dicionário a informação de que este anglicismo permite o uso dos dois géneros, tanto o Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa como o Portal da Língua Portuguesa (para além do Dicionário Houaiss) dizem que é um nome masculino (equivalente a seminário, ateliê, oficina). Considerando as fontes fidedignas já referidas, digam/escrevam um workshop!
Bom feriado!
ProfAP

6 comentários:

  1. Workshop é um barbarismo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um barbarismo é o uso de formas que se afastam da norma considerada correta.
      Workshop está registado em vários dicionários e é considerado um estrangeirismo (anglicismo) e não um barbarismo!
      Pode não gostar da palavra e não a usar, mas ela já está integrada na língua portuguesa (como download, pen, air bag, etc).

      Excluir
  2. Bando de deslumbrados com os anglicismos! Eu sou brasileiro e sempre disse OFICINA ou o vocabulo da lingua portuguesa no Brasil, "ateliê", do francês "atelier"...
    Esta semana na escola teremos uma oficina de corte e costura. Alguém ai acha estranho de falar tudo em português ou vai querer debater? (risos)

    Ninguém, mas ninguém pode ou deve proibi-lo de empregar vocabulos da lingua portuguesa equivalentes ao "workshop" ou "atelier"...

    Palavras de quem fala corretamente francês em Paris e inglês em Londres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro ao meu caro anónimo que leia com atenção os artigos antes de fazer comentários inconsequentes. Quando digo "equivalente a seminário, ateliê, oficina", estou a proibi-lo de usar algum destes termos?
      Quanto a deslumbramentos, reservo-os para coisas mais importantes.
      Cumprimentos.
      AP

      Excluir
    2. Nossa! Que grosseiro! E sem motivo...

      Excluir
    3. Então...pode usar a palavra de origem francesa mas não inglesa? Quando a palavra "ateliê" entrou em português, deve ter tidos cartas para editores de jornais reclamando (anonimamente) sobre o uso de palavras do francês no português...

      Excluir